Mudamos o layout e isso pode gerar alguns bugs nas postagens, se perceber algum avise: contanto@informaticando–ajuda.com

Como melhorar o sinal Wireless em casa

Por: João Manoel,

Antes precisávamos de uma série de cabos para conseguir ter uma boa conexão no computador. Um que vá ao modem, depois outro que chegue ao HUB e mais um para conectar seu PC. Bem, isso tudo pode ser facilmente minimizado ao usar uma rede wireless.

O problema é que muitas pessoas não trocam a sua rede com cabos por um roteador sem fio porque nem sempre o sinal wireless é forte o suficiente, e você ainda acaba por ter uma perda significativa de velocidade em sua conexão.

Outro fato bastante comum é a variação de sinal, que às vezes só é forte próximo do roteador. Mas há várias maneiras de melhorar o sinal Wi-Fi — confira as nossas dicas:

Primeiro passo: identificar o problema
Verifique onde está o router.
Antes de tudo, você precisa identificar o que está causando a queda do sinal ou a lentidão ao utilizar a conexão wireless. Dê uma olhada onde seu roteador Wi-Fi está colocado. Procure deixá-lo em locais centrais de sua casa, de maneira que atinja todos os cômodos.

Ele deve também ficar em uma altura elevada, como sobre uma estante. Preste atenção em paredes e objetos metálicos extremamente densos, pois prejudicam bastante o sinal. Veja mais detalhes sobre isso no artigo “Melhor posição para roteadores sem fio”.

Para testar o estado do sinal, utilize também outros dispositivos, como celulares e portáteis compatíveis com conexões wireless. Assim você pode saber se o problema parte do computador ou do roteador.

O problema é o PC

O seu computador também pode ter problemas no recebimento do sinal. O recomendável é que ele não fique no chão, e sim elevado em alguma superfície, pois ele precisa receber o sinal de maneira desimpedida.

No caso de notebooks isso pode ser mais simples, já que ficam sobre mesas e a recepção acaba por ser melhor.

Em alguns casos, a placa de recepção Wi-Fi pode não ser boa o suficiente ou apresentar problemas.  A resolução do problema pode ser comprar uma nova placa PCI ou um adaptador USB para recebimento de sinal sem fio. Verifique também se os drivers de todos os dispositivos estão atualizados.

Plugue um adaptador USB.

O problema é o roteador Wi-Fi

Canal do roteador: os roteadores costumam vir com um padrão de fábrica. Pense que os eletrônicos sem fio utilizam, geralmente, a mesma frequência. Sendo assim, é necessário modificar o canal em que o roteador trabalha para não haver nenhum tipo de complicação no sinal. Para mudar o canal do roteador é possível usar o programa NetStumbler (clique aqui).

Atualize o firmware: acredite se quiser, mas atualizar o software de seu roteador pode fazer uma diferença enorme na qualidade da transmissão e recebimento de dados. Para atualizar o firmware do roteador você deve ir até o site do fabricante e procurar atualizações para o modelo que você tem.

Antenas do roteador Wi-Fi: elas são medidas em uma unidade chamada dBi que, de modo resumido, corresponde ao ganho de energia obtido nos planos vertical e horizontal. Quanto maior o dBi, maior e melhor o alcance das antenas que estão conectadas ao roteador. Assim, se você conseguir antenas mais potentes, os obstáculos e a distância tornam-se um problema menor.

Melhore as antenas.

Se você tiver um roteador que permite trocar as antenas, experimente fazer isso. A maioria deles vêm com antenas de 2 ou 3 dBi, então trocar por algumas mais potentes é uma boa resolução de problemas. Os preços de antenas com 12 dBi, por exemplo, custam menos do que 100 reais.

Direcione o sinal: quando o roteador wireless está ligado, o sinal vai para todos os lados. E você pode aumentar a intensidade dele ao direcionar exatamente para o local que você quer como receptor do Wi-Fi. Para isso, experimente fazer uma “gambiarra” utilizando uma lata de refrigerante, por exemplo, criando uma espécie de parábola na antena do roteador. Veja o vídeo abaixo:



Repetidores: eles também são bastante eficientes quando se fala em aumentar a efetividade com que o sinal chega. A função dos repetidores é simples: eles reenviam o sinal wireless obtido do roteador principal, como se fossem espelhos. Dessa forma, você pode dividir o espaço total de sua casa em dois ou mais pontos principais e obter uma cobertura Wi-Fi muito mais eficiente.

Nada disso resolveu. E agora?

Se você já tentou configurar corretamente o computador, atualizou os drivers do roteador (que está colocado em um bom local), adquiriu novas antenas e mesmo assim o sinal continua muito ruim, a solução pode ser comprar um novo roteador Wi-Fi.

É possível que o modelo que você tem não seja muito bom. Logo, uma boa ideia é pesquisar os roteadores existentes no mercado e verificar quais deles têm melhores qualidades de sinal e funcionamento para os usuários.

 Tente isso:

1-Exemplificar que as vezes o sinal de radio o canal é e pode ser o problema, com o telefone sem fio/mais antigos.

2-Mostrar que tem de se configurar uma senha WPA.

3-A ideia da lata funciona...MAS se você comprar uma antena se seu wireless for destacavel, e por exemplo em um dlink uma antena de 5DBI no lugar de uma de 2DBI padrão, você podera ficar fixo em um só canal.

4-Para finalizar, definir que nem sempre um roteador de 108mbps com antena de 2Dbi é melhor que um 54mbps com antena de 5Dbi. Por exemplo o da materia ai o wbr-2310/1310 que é e tem sinal pior que o Tplink wgr641.

Você gostou das dicas da postagem? Aproveite o espaço dos comentários para compartilhar boas experiências obtidas com roteadores wireless e que podem auxiliar outros usuários.

Programas que podem ajudar você:
NetStumbler
Configurações avançadas para a rede wireless de sua casa ou escritório.
XP/Vista/7/2000/2003


Fonte: Baixaki

3 comentários:

Fábio Schlickmann disse...

Parabéns pelo seu blog, é realmente muito bom!

Um abraço
Fábio Schlickmann.

Blog House disse...

Boa!

Pensamento BR disse...

Olá, gostamos muito do seu link e divulgamos em http://www.link.dequalidade.com.br/?p=334.

Se quiser enviar-nos algum link posteriormente, o caminho é Enviar Link.

Postar um comentário

Para comentar entre na versão completa do blog!