Mudamos o layout e isso pode gerar alguns bugs nas postagens, se perceber algum avise: contanto@informaticando–ajuda.com

Google está em guerra contra o “http://”

Por: João Manoel,

 

O navegador Chrome está querendo remover o clássico “http://” da sua barra de endereços. A gritaria foi grande e o Google voltou atrás. Por enquanto.

 

Tudo bem que a sigla – que indica protocolo de transferência de hipertexto (hypertext transfer protocol, em inglês) – se repete no endereço da maioria dos sites. E é natural.

Ela funciona como indicativo do sistema de comunicação que permite que a web exista. Por outro lado, pouca gente sabe o que a abreviatura significa ou dá importância para essas quatro letras. Como o Google é o “guardião da simplicidade”, resolveu facilitar a vida do pessoal e eliminar o http:// do mapa na versão 5.0.371.0 do Chrome, usada apenas por desenvolvedores.

 

 

Os engenheiros de Mountain View se esqueceram de uma coisa importante. Embora hoje não seja mais necessário digitar a sigla antes de cada endereço na barra do navegador, ela ainda é necessária na web. Ninguém vai conseguir compartilhar um link, por exemplo, se não incluir o http://. E se as pessoas não souberem mais que ele existe, vão acabar deletando as letras ou se confundindo. E como ficariam outros protocolos, como o https:// e o ftp://? Em vez de simplificar, a coisa pode se complicar bastante.

 

Para evitar problemas maiores, o Google removeu as mudanças na versão 5.0.375.17 do Chrome e a sigla voltou a aparecer. Isso não quer dizer que o pessoal desistiu. “Estamos analisando as questões de usabilidade levantadas e planejamos reintroduzir as mudanças no futuro”, escreveram os engenheiros no blog Chrome Releases, que informa as mudanças feitas em cada uma das versões do Chrome.

 

Fonte: Na linha do Google – Info.

 

O nosso post termina aqui. Diga se essa alteraçãozinha é boa ou má a você ou se isso não faz diferença ou… Comente o que ache. Até a próxima!

16 comentários:

Tereza disse...

Esse negócio de http:// nem deveria existit. O troço faz pouca diferença mesmo qndo buscamos por um site. Eu mesmo, só digito o nome de onde quero ir.

Caio disse...

Esse negócio de http:// é bem chatinho... quase não muda nada na navegação. Só serve para aumentar o endereço.
Muito bom João!

Limão Tech disse...

Também acho o http:// muito desnecessário. Quando digitamos o endereço do site, vamos direto ao www.

Jôice Borges disse...

Eu já acho importante e vejo que seria realmente confuso se não existisse essas letrinhas indicando o tipo de protocolo. Mas, cada um com seus problemas! Que a Google resolva os nossos!

Fabrício disse...

poisé.. atrapalaharia muito nas questões do https:// e ftp://

FReNeTiC disse...

HTTP é um protocolo da camada de aplicação, assim como o FTP. Há muitos outras sopas de letrinhas nessa camada, como o HTTPS, SMTP, SNMP, POP3...

O perigo maior de não mostrar o protocolo atual que está sendo utilizado é tornar a navegação mais insegura.
Como?
Não é necessário ser um expert em computador para saber que HTTP:// é para site e FTP:// é para acessar o servidor, e HTTPS:// é para acessar banco (bem leiga essa explicação).
Essa informação estando omitida do navegador pode fazer com que usuários menos experientes no mundo da computação acessem páginas que não devem e tornem-se expostas aos perigos que rondam a WEB, como o phishing por exemplo.

A nível de programação web, formatação html por exemplo, a presença do protocolo da camada de aplicação (HTTP) na descrição do link informa ao navegador que aquele link é para fora do servidor.
Omiti-lo significa dizer ao navergador que aquele link deve levar para um arquivo dentro do servidor atual.

Espero ter ajudado.

Peck disse...

No msn a alguns link's q não da pra enviar, está acontecendo muito com imagens, ae removo essa parte e a imagem vai numa boa ae a pessoa q recebe cola a parte enviada no navegador e a imagem abre normalmente.
Meu primo q fez isso e eu comecei a faezr tbm.

Anônimo disse...

Ah ja acho um saco o www...

O BLOG É SEU 2 disse...

Boa!

Enivelton Tigre disse...

FReNeTiC,
Bela explicação confesso que nem pensava nessas possibilidades, apenas achava que não iria fazer diferença, eu mesmo não acho encomodo o http:// até porque ele se auto completa quando não colocamos, assim como o www. em alguns sites.

Cão disse...

Valeu o Post.

Mas todo mundo que comentou aqui, fora o FReNeTiC, não tem a mínima ideia do que leu. Muito mesmo do que digitou.
Essa inclusão digital é phoda!!!

Abraços!!!

Enivelton Tigre disse...

Cão,
nem todos que comentou, tem o conhecimento do assunto, é para eles é questão de encomodo e praticidade, assim como muitos brasileiros, não fazem a minima ideia do que é protocolo.

Anônimo disse...

tanto faz hj agente procura tudo no google msm! sendo ftp e http pra mim da na msm nunca digito essa emrda msm é só pra enxe o saco provavelmente eles ja bolaram um esquema q redireciona corretamente pro site igual o FF faz com alguns sites de vc só colocar o nome

Pipo disse...

claro, o mesmo fdp que inventou esse http é um dos engenheiros da google hoje ¬¬

ja assumiu em entrevista que fez merda!

giovanna disse...

Acho q o Frenetic deu uma boa expicação

Anônimo disse...

Estamos falando de usuário finais, isso facilita a maldita inclusão digital, o protocolo ftp na maioria das vezes é acessado de maneira automatica para downloads ou para usuários web experientes, isso nunca irá chegar a impactar o usuário comum que só acessa o google e redes sociais.

Postar um comentário

Para comentar entre na versão completa do blog!