Mudamos o layout e isso pode gerar alguns bugs nas postagens, se perceber algum avise: contanto@informaticando–ajuda.com

A evolução das câmeras fotográficas digitais!

Por: João Manoel,

 

A idéia começou nos anos 70: uma câmera que não produzisse imagens somente com uso do filme fotográfico. Nascia, assim, o primeiro esboço de uma câmera digital. Foram anos de estudos e modificações até as super modernas digitais que temos no mercado atualmente. Acompanhe a evolução deste aparelho tão utilizado por nós!

 

O início

Considerada a primeira câmera digital, este protótipo foi criado na Kodak, por Steven Sasson, em 1975. Um verdadeiro Frankenstein, montado com partes de telefones e câmeras analógicas, pesava cerca de 4kg e gerava imagens em preto e branco, registradas em fita cassete. O resultado era uma foto com 0.1 megapixel, que levava 23 segundos para ser produzida.

 

Mavica

O desenvolvimento veio em 1981, quando a Sony lançou a câmera Mavica (Magnetic Video Camera). Ela estava entre o analógico e o digital, pois armazenava as fotos coloridas em pequenos disquetes que podiam ser visualizadas na televisão.

 

Fuji DS-1P e Dycam Model 1

A primeira câmera verdadeiramente digital foi a Fuji DS-1P, desenvolvida em 1988. Ela tinha memória de 16MB mas nunca foi comercializada. Só dois anos depois foi lançada uma câmera digital que chegou ao mercado: Dycam Model 1, que já armazenava imagens em arquivos JPEG.

 

Hasselblad DB 4000

Algumas tentativas de aliar câmeras analógicas e digitais foram criadas, como a estranha Hasselblad DB 4000, de 1991. Suas imagens eram de 2048x2048 pixels, capturadas com um sensor CCD e armazenamento de 8-bits.

 

A pesada DSC200

A Kodak lançou a DSC200 em 1994. Ela funcionava com uma Nikon N8008s e produzia imagens com uma resolução de 1.5MP, com armazenamento de até 80MB. Não possuía visor LCD e o tempo estimado entre as fotos era de 2,5 segundos. E seu peso não era nada agradável: 1,7kg.

 

A câmera da Apple

E nem só de iPhones, iPods e iPads se construiu o império de Steve Jobs. Em 1994 a Apple se aventurou pelos caminhos ainda incertos da fotografia digital e lançou a Apple QuickTake 100. Produzida pela Kodak, a câmera produzia até oito imagens com resolução VGA (640x480). Foi a primeira câmera digital coloria a custar menos que U$ 1000.

 

Menos de 1MP de resolução

Em 1996, empresas como Canon e Cassio também entraram para este mercado e as novas câmeras pareciam começar a tomar a forma que hoje conhecemos. A Olympus D-300L foi o grande lançamento do ano, com até 0.8MP de resolução. Ea custava cerca de U$ 900.

 

Novas empresas entram na concorrência

No ano seguinte surgiram as primeiras Nikon Coolpix e novas câmeras da Olympus com maiores resoluções. A Fuji lançou a DS-300 em 1997, com 1.3 MP e zoom de até 3x.

 

A volta da Mavica

Em 1998, a Sony relança a Mavica, agora verdadeiramente digital e com possibilidade de armazenar as fotografias em disquetes. A MVC-FD91 produzia imagens com resolução de até 1024 x 768, variação de abertura e velocidade e custava U$ 700.

 

Popularização da fotografia digital

Tamanho menores da Mavica se popularizavam rapidamente, com armazenamento em disquetes baratos e fáceis de encontrar. A MVC-FD51 foi um sucesso de vendas da Sony.

 

CyberShot

No final do século XX as câmeras digitais já eram produzidas por inúmeras empresas, mas ainda com resolução e preços nada agradáveis. Uma dos primeiros modelos CyberShot da Sony foi lançado em 1999. A DSC-F505 era bem diferente das compactas atuais.

 

Super resolução de... 6.1MP

A robusta Kodak DSC-660 era uma das câmeras digitais com maior resolução do mercado. Enquanto a maioria variava entre 1 e 2 MP, a DSC-660 tinha impressionantes 6.1MP de resolução. Ela pesava quase 2kg.

 

As primeiras profissionais

A partir dos anos 2000 já era possível pensar em trabalhar com câmeras digitais para fotografar profissionalmente, pois a qualidade das imagens aumentava rapidamente. A Nikon D1 foi a primeira linha de digitais profissionais da empresa japonesa.

 

FinePix, da Fuji

As câmeras começaram a ficar cada vez menores e mais acessíveis. A Fujifilm também entrou no mercado com a linha FinePix. Este modelo é o A205 e tinha resolução de 2MP. Seu grande problema era o auto consumo de energia.

 

Modelos populares

A CyberShot da Sony é sem dúvida um dos modelos de câmeras compactas mais vendidos no mundo todos. A DSC-P9 tem o design que foi super popular no começo do século XXI. Esta câmera tem 4MP de resolução e 3x de zoom óptico.

 

Câmera transparente?

Com a evolução da tecnologia para as digitais até alguns modelos inusitados começaram a surgir, como a D80 Skelton, da Nikon. Lançada em 2006, ela é toda transparente deixando a mostra as inúmeras partes necessárias para gerar a imagem digital.

 

Visores LCD cada vez maiores

Além de surgirem novas câmeras com cores variadas, como esta vermelha da Sony, os novos modelos de compactas priorizam também o tamanho do visor LCD. Este, o modelo CyberShot DSC-TX7, tem visor de 3,5.

 

Muitos megapixels!

Na onda dos megapixels, alguns fabricantes acabam exagerando. A Seitz produziu esta câmera que faz imagens de até 160MP. Isso significa que cada foto ocupa 1GB de memória. A câmera chega a custar U$ 45000.

 

Visores LCD móveis

Outro avanço na tecnologia nos faz esquecer dos minúsculos visores LCD das primeiras câmeras digitais. Além de grandes, eles podem ser móveis. A HS10 é um dos modelos de câmera semiprofissionais mais recentes da Fuji.

 

Dois visores LCD?

E como se um visor não bastasse, agora é possível ter dois! A ST550 da Samsung tem um visor de 3,5 na parte de trás e outro menor ao lado da lente, para que você possa tirar auto-retratos ou exibir animações para chamara atenção de crianças.

 

À prova de tudo!

Cada vez menores e mais potentes, as câmeras digitais também estão ficando resistentes. A série XP10, da Fuji, é à prova de choque, aguenta temperaturas -10°C e encara até 3 metros de profundidade na água.

 

Super câmera profissional

As câmeras profissionais também buscam sempre a máxima qualidade de imagem. Um sonho de consumo é a D3X da Nikon. Sua resolução máxima é de 24.5MP. Mas seu preço pode variar entre salgados R$ 22000 a R$ 24000.

 

Celular ou câmera digital?

Esta é a pergunta que se faz para o novo aparelho da Samsung, o SCH-W880. Inicialmente, vazou como a primeira câmera com celular. Mas a fabricante já se pronunciou: é um celular. Mas é o primeiro a ter zoom óptico de 3x.

 

Projetor de imagens

De todas as características das câmeras atuais, a Nikon Coolpix S1000pj tem uma das mais interessantes. Ao observar as câmeras de dez anos atrás, com sofríveis 2MP e visores de 1", quando poderíamos imaginar uma câmera digital de 12.1MP e um projetor de imagem embutido, que exibe suas fotos em até 40".

 

Compactas e profissionais

E, por fim, mostramos o último lançamento do mercado. O encontro da câmera digital compacta com a profissional: NEX-3 e NEX-5. Os modelos recém-lançados da Sony tem tamanho de câmera compacta, mas suportam lentes intercambiáveis presentes nas câmeras profissionais.

FONTE: BAIXAKI.

Nosso listããããããão contando a história e evolução das câmeras digitais acabou. Comente e diga o que acha.

7 comentários:

Tereza disse...

Tenho paixão por fotografar. A minha é bem simples, uma Sony Cyber Shot 10.1 mega pixels. Um dia ainda compro uma super profissional!
Outro dia li numa notícia que aquela de foto instantânea estaria voltando. Será que vale a pena? As digitais tem a possibilidade de apagar aquela foto que não ficou boa. Numa polaroide (sei lá como escreve o nome daquelas máquinas) você acaba gastando papel. Ou será que ela virá com a digital junto? Seria legal, uma cam digital com a possibilidade de imprimirmos da própria máquina as fotos que mais gostamos, ou que gostaríamos de presentear alguém.
Muito legal o post John!!!

Fernanda disse...

E como evoluiu, sorte a nossa, amo registrar os momentos da vida...

Anônimo disse...

Eu minhasa amigas gostamos de site, tento que vamos falar sobre isso em um trabalho de escola...
E EU TAMBÉM ADORO FOTOGRAFIA E SEMPRE LEGAL SABER UM POUCO MAIS SOBRE ISSO..

Anônimo disse...

Adorei esse site precisava fazer um trabalho para a escola e agora já sei li e vou resumir para fazer o meu trabalho.
Gostei muito de ver como evoluiu a maquinas fotograficas e sorte nossa porque se não evoluisse seria horrivel.

Anônimo disse...

Eu achei muito interesante o que vcs postaram ai...

alves disse...

gosteii de saber disso o q voces postaram ai ée bem interessante

Anônimo disse...

Interessante, só se falou das cameras Kodak, Sony, Nikon, Fuji,, esqueceram das Canon para mim uma das melhores só perdendo(talvez) para as Nikon.

Postar um comentário

Para comentar entre na versão completa do blog!