Mudamos o layout e isso pode gerar alguns bugs nas postagens, se perceber algum avise: contanto@informaticando–ajuda.com

Projeto MVMob - Minha Vida Mobile

Por: Enivelton Tigre,

logo 

O MVMob – Minha Vida Mobile – é um projeto cultural e educativo que visa o estímulo à criatividade e o intercâmbio de estudantes e educadores de todo o país. Promove a sinergia entre educação, cultura e tecnologia inserindo o celular e as mídias móveis no processo pedagógico.

 

O MVMob foi criado em 2006 em Minas Gerais e vem realizando atividades também em São Paulo e na Bahia. Em Minas e na Bahia conta com o apoio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura com a parceria da Vivo.

 

O MVMob estimula os participantes a desenvolverem habilidades e capacidades como interpretação, síntese, criticidade, análise, além do interesse pela pesquisa, por sua comunidade e pela construção de linguagens artísticas como vídeo, áudio, fotografia, e texto produzidas no celular.

 

Oficinas O MVMob promove oficinas gratuitas para estudantes e educadores em escolas e instituições em todo o país. Nas oficinas os participantes têm contato com formas, técnicas e conceitos de roteirização, gravação, edição, videorreportagem, animação, jornalismo, teatro, entre outros, tudo feito com celulares. Redes Através do portal MVMob acontece também o intercâmbio entre alunos e professores, onde os trabalhos podem ser publicados e vistos por todos os participantes dentro do portal, além de outras várias redes sociais onde o projeto está ativamente presente.

 

Concurso Cultural Os trabalhos publicados no portal do MVMob participam automaticamente do Concurso Cultural que premia os trabalhos mais comentados e votados pelos participantes e por curadores convidados. Para mais informações mande e-mail para mvmob@mvmob.com.br.

 

Sugestão de pauta minha vida mobile.

1 comentários:

Tereza disse...

Eu gosto desses tipos de projetos. Sou da seguinte opinião: As ferramentas tecnológicas são excelentes. Mas, a implementação delas no mundo dos jovens foi feita meio que sem pensar nas consequências e estão tornando, a maioria, incapazes de produzir textos coerentes. Interagir essas ferramentas com o processo pedagógico só fará enriquecer o conhecimento de nossos jovens.
Bom post Enivelton!

Postar um comentário

Para comentar entre na versão completa do blog!