Mudamos o layout e isso pode gerar alguns bugs nas postagens, se perceber algum avise: contanto@informaticando–ajuda.com

10 games para jogar até o fim do ano

Por: Enivelton Tigre,

DEFEAB8D199BF5F184567EE71C579

 

Realizada anualmente no mês de junho, a E3 não é a maior feira de games do mundo à toa: as maiores notícias do mercado acontecem no evento. Jornalistas, desenvolvedores e toda a vasta gama de envolvidos com o tema migram aos bandos para Los Angeles, que nesta época se torna a Meca gamística.

 

Uma lista elaborada pelo portal MSN JOGOS, mostra as principais novidades, entre as centenas de grandes lançamentos que serão anunciados no evento.

 

 

Stinha8[3][5][3][3][3]Super Scribblenauts – Nintendo DS

Super Scribblenauts

 

Sequência do game que foi destaque da E3 ano passado, “Super Scribblenauts” promete ser novamente um título interessante disponível no mercado no segundo semestre. Com a mesma proposta do anterior, o mundo é completamente aberto, no qual o jogador fará uso do vocabulário para criar objetos que ajudem a prosseguir no game. As possibilidades que eram infinitas, agora se tornaram atômicas.

Principal acréscimo da nova edição, os adjetivos agora complementarão os substantivos. Sendo assim, ao invés de apenas criarmos um “cachorro” (digitando o nome no teclado virtual), podemos criar um “cachorro bravo” para espantarmos os inimigos. De acordo com nota oficial da Warner Games e a 5th Cell, o game “permitirá a imaginação dos jogadores percorrer um campo mais inspirador e que proporcione uma experiência nunca vista anteriormente”. Se a fórmula permanecer intacta, “Super Scribblenauts” não tem como errar.

 

 

Stinha8[3][5][3][3][3]Epic Mickey – Nintendo Wii

Epic Mickey

 

Talvez o personagem mais famoso da história, Mickey Mouse já apareceu em mais de 30 games (26 deles como protagonista). “Epic Mickey” é a última aposta dos estúdios Disney para o seu mascote. Aposta ambiciosa, diga-se de passagem. Neste game, que será lançado com exclusividade para Wii, Mickey ganhará aspectos mais sombrios e uma personalidade mais humana, que vão de encontro ao clássico pastelão que já conhecemos.

O responsável por essa empreitada é o designer Warren Spector (“Deus Ex”, “Wing Commander” e “System Shock”). Por influências de Spector, o game terá mecânica de plataforma, com diversas características de RPG e caminhos morais a se escolher. Se o jogador tomar boas ações e for cuidadoso, Mickey será adulado como herói, caso contrário, poderá ser temido como escória.

Para a E3, rumores apontam que o novo game do rato antropomórfico foi totalmente retrabalhado. Os boatos surgiram após a péssima repercussão de algumas screenshots que caíram na rede com cenas do game. Gráficos ultrapassados e texturas pobres foram duramente criticados, porém a direção de arte sombria – que gerou tanta expectativa – foi mantida. Resta-nos aguardar, mas o game promete!

 

 

Stinha8[3][5][3][3][3]Gran Turismo 5 – Playstation 3

Gran Turismo 5

 

Anunciado na E3 de 2006, extremamente aguardado ano após ano e, finalmente, com lançamento programado para o fim deste ano, “Gran Turismo 5” é um daqueles títulos que levantam a nostalgia de qualquer fã dos jogos de corrida. Independente das guerras de consoles, “GT5” tem mostrado que chegará como a master opera do gênero. Cada detalhe minucioso está sendo levado em consideração pela equipe do desenvolvimento e diversos vídeos já mostram um pouco de tanto hype.

Ao custo de US$ 60 milhões, “GT5” vai contar com diversas inovações, como sistema de danos completamente realista e inúmeras opções de carros e personalização. Outro grande trunfo desta edição é a inclusão – pela primeira vez – de três competições automobilísticas licenciadas, duas delas figuram entre as maiores do mundo: NASCAR (Stock Car norte-americana), Campeonato Mundial de Rally e a Super GT do Leste Asiático.

Designer-chefe da Polyphone Digital, Kazunori Yamauchi declara que só ficará completamente satisfeito quando a série “Gran Turismo” incluir a Fórmula 1. Bem... “GT5” valerá cada centavo gasto, sem dúvida, mas se as pretensões do designer um dia se concretizarem, esta ainda não será a versão definitiva.

 

 

Stinha8[3][5][3][3][3]Sonic The Hedgehog 4: Episode I – Xbox 360 / Playstation 3 / iPad / iPhone

Sonic

 

Desde quando Sonic deixou de lado o “The Hedgehog” a série tem sido vista com suspeitas. Mesmo com o sucesso e a boa recepção de “Sonic Adventure” 1 e 2 no Dreamcast, a franquia incluiu cada vez mais amigos na saga. O problema é que esses eram um monte de malas sem alça, gente do pior tipo, que só aparecia para atrapalhar e diminuir o ritmo da aventura do carismático ouriço azul.

A Sega bem que tentou de todas as formas, mas a maioria da comunidade gamer parece ter aceitado apenas Tails, Knuckles e, talvez, Amy Rose, na história de Sonic.

Pensando nisso a companhia voltou às origens com “Sonic The Hedgehog 4: Episode I”, que retomará o cânon clássico da série, a partir da terceira versão. As expectativas são muitas, inclusive já levantando alguns críticos que afirmam ser este o momento derradeiro da série: “ou vai, ou racha”. Além das versões para Xbox 360 e Playstation 3, a Sega mostrará na E3 a versão para iPhone / iPad, todas serão disponíveis para download. A vantagem é que Sonic está sozinho, o ruim é que o game será divido em episódios...

 

 

Stinha8[3][5][3][3][3]Pro Evolution Soccer 11 – PC / Playstation 2 / Xbox 360 / Playstation 3 / Nintendo Wii / Playstation Portable

 

Paixão de muitos gamers brasileiros e esporte nacional, o futebol virtual tradicionalmente figura entre os lançamentos mais aguardados do ano, anualmente (pleonasmos a parte). Enquanto em “Fifa Soccer 11”, da EA Sports, ainda não foram divulgadas muitas informações sobre a nova edição, para o “Pro Evolution Soccer 11”, da Konami, muita coisa vem sendo arduamente trabalhada na tentativa de retomar o reinado perdido para o concorrente direto.

 

Aos sul-americanos, a maior novidade com certeza é a inclusão da Copa Libertadores da América, nosso maior torneio intercontinental (veja matéria completa da visita do jornalista Renato Siqueira aqui). “Realismo e mudança” são os dois novos pilares da série. Tudo foi retrabalhado, inclusive a parte sonora, que é 50% de uma partida de futebol. Para acompanhar o realismo, agora foi incluída uma câmera de transmissão de TV. Com todo o trabalho árduo, resta saber se a Konami retornará ao trono ou a coroa ficará mais um ano em terras canadenses.

 

 

Stinha8[3][5][3][3][3]Taikodom – PC

Taikodom

 

“Taikodom” é brasileiro. Além do fator nacional, o game chegará na E3 com uma proposta inovadora: reestruturar os conceitos do MMORPG's. Na primeira vez que um game nacional será apresentado na maior feira do mercado gamístico, a ideia é apontar o maior trunfo do título, o “Massive Social Game”, conceito criado pela Hoplon Infotainment para definir o game. Por este conceito é possível entender que “Taikodom” não é simplesmente um daqueles RPGs online que estamos tão acostumados.

Ambientado no espaço, o game permite ao jogador três diferentes funções que não necessariamente se traduzem em lutar. Existem personagens dedicados ao comércio, enquanto outros captam recursos e uma terceira “categoria” aperfeiçoa o combate, no melhor estilo “Star Wars”. Para os jogadores brasileiros, que já conhecem a primeira versão do game, chega em fase final de testes o “Taikodom Living Universe”, no qual as aventuras sempre levarão em conta as decisões e atitudes dos avatares para criar histórias e missões específicas. Imperdível!

 

Stinha8[3][5][3][3][3]Fable III – PC / Xbox 360

Fable III

 

Gerando mais hype que filmes do Tim Burton estrelados pelo Johnny Depp, “Fable III” é a nova cria de um dos maiores marketeiros da indústria gamística, Peter Molyneux. Se o título seguir as promessas, o terceiro game da série tem tudo para ser inovador pois, além das alegações de Molyneux que a jogabilidade estaria toda sendo preparada para ser utilizada no Project Natal, o game ganhará características definitivas do gênero sandbox.

 

Como a história de “Fable III” já coloca o jogador no controle de Albion, serão necessárias diversas decisões administrativas no melhor estilo de clássicos como “Sim City” e “Theme Park”. Segundo Molyneux, porém, estas ações de comando terão interface diferenciada dos games de estratégia que já conhecemos, somando-se a oportunidade de conhecer novas localidades fora de Albion e às possibilidades de constituir linhagens reais (!).

Ações boas e ruins continuarão sendo consideradas para a construção, crescimento e aparência do personagem. As dublagens ficarão por conta de renomados britânicos como John Cleese (“Monty Python”) e Ben Kingsley (“Prince of Persia”), ganhador do Oscar. São fatos que ninguém vive só de promessas, que Molyneux fala demais e que “Fable II” não foi tão empolgante assim, mas é inegável dizer que esta sequência tem todos os ingredientes para ser imperdível.

 

 

Stinha8[3][5][3][3][3]Castlevania: Lords of Sorrow – Xbox 360 / Playstation 3

Castlevania: Lords of Shadow

 

Há muito tempo que a série “Castlevania” está devendo um bom game de grande apelo com a temática da franquia. Alucard e Simon Belmont ficaram para trás e a série parece ter terminado seu tempo áureo, só restando spin-offs como “Judgement”, game de luta com os personagens para Nintendo Wii. Mas desta vez as promessas são muito boas. Em “Lords of Sorrow” tudo pode ser resumido em apenas um nome: Kojima Productions.

O designer Hideo Kojima é um daqueles que transforma em ouro tudo o que coloca as mãos. Séries clássicas da Konami, como “Metal Gear” e “Xenogears”, partiram da mente deste criador. E de suas mãos surge o recomeço de “Castlevania”. Agora, no controle de Gabriel Belmont (sim, a família deveria ser julgada por nepotismo!), um mundo de possibilidades a ser explorado estará disponível, com inimigos gigantescos e interativos, aos moldes de “Shadow of the Colossus”. “Castlevania”, Konami e Kojima são três nomes fortes da indústria, então não haverão motivos para não experimentar.

 

 

Stinha8[3][5][3][3][3]Splatterhouse – Xbox 360 / Playstation 3

Splatterhouse

 

Um dos jogos mais violentos de toda história dos games está de volta. “Splatterhouse” não é simplesmente um remake do game lançado em 1988, é uma completa renovação da proposta da série. Nunca a temática de um game antigo esteve tão adequada à era atual como agora: “Splatterhouse” é um survival horror (estilo “Silent Hill”) com mecânicas de beat ‘em up (como em “Bayonetta” e “Devil May Cry”).

O título é sanguinolento a cada minuto e tem novas nuances na história. Baseado no original, o protagonista Rick ainda tem que enfrentar The Corrupted para resgatar sua namorada Jennifer. A novidade é que agora este antagonista era simplesmente Dr. West, então professor do casal. Rick também foi completamente remodelado e agora não tem mais aquele jeitão de Jason Vorhees. Sua máscara mágica recebeu um novo aspecto, mais esquelética e agora ficará falando toda hora com o protagonista. Para quem não jogou, “Splatterhouse” é recomendado; aos saudosistas, é vital.

 

 

Stinha8[3][5][3][3][3]Mafia II – PC / Xbox 360 / Playstation 3

Mafia II

 

Se o primeiro título da franquia chegou com pompas, “Mafia II” é pretensioso. Além do objetivo de roubar o lugar do multimilionário “GTA IV”, o game busca levar ao jogador “um olhar belamente criado para o escuro e implacável mundo da Máfia”. Traduzindo para a linguagem direta do jornalismo, “Mafia II” pretende fazer você se apegar à uma história rica e lotada de personagens carismáticos, com o melhor visual possível.

 

O protagonista e veterano da 2ª Guerra Mundial, Vito Scaletta se verá envolvido com “La Cosa Nostra” siciliana, no submundo do crime da cidade de Empire State. Investindo em uma reprodução impecável dos anos 1950, o game trará carros perfeitamente reconstituídos, costumes e ambientações reproduzidas à exatidão e uma trilha sonora com o melhor do então jovem rock 'n' roll! Se tudo isso dará certo é uma incógnita, porém a 2k Games Czech sempre se mostrou extremamente perfeccionista: o game foi oficialmente anunciado em 2007 e só será lançado no segundo semestre de 2010!

 

Via: MSN Jogos

5 comentários:

Nícolas disse...

Scribellnauts é muit bom!!!Tava jgando faz uns 10 minutos,na verdade....

Nícolas disse...

Pra enfrentar os inimigos no Scribelnauts eu sempre digito "deus",ele nunca morre,a menos que o inimigo seja um vampiro ou zumbi que transfrmam em quem tocar neles em vampiros ou zumbis...

Limão Tech disse...

Realmente são games que DEVEM ser jogados... Pena que apenas alguns sairão para PC

Anônimo disse...

Cadô o Forza Motorsport 3 do XBox 360?

funcast_adsense disse...

achei lista meio fraca.

visite nosso site.

www.funcast.com.br/games

veja lista completa novidades das conferencias da E3

Postar um comentário

Para comentar entre na versão completa do blog!