Mudamos o layout e isso pode gerar alguns bugs nas postagens, se perceber algum avise: contanto@informaticando–ajuda.com

7 opções de redes sociais diferenciadas

Por: João Manoel,


De futebol a empreendedorismo, confira sete opções de redes sociais especializadas.


Encontrar um espaço para discutir assuntos específicos pode parecer meio difícil, com a infinidade de “comus” no Orkut é difícil encontrar uma que você procura e tenha pessoas realmente que saibam do assunto. Agora, pensando nisso, listamos 7 redes sociais que saem do normal para irem ao ideal.

 

1. Kigol

 

Kigol

 

Copa do Mundo, Libertadores, Brasileirão, campeonatos estaduais… O brasileiro é tão ligado em futebol que não dá para entender como não surgiu uma rede social especializada no assunto. A Kigol, que estreou oficialmente em fevereiro, lembra muito o Facebook, mas sua intenção é atrair pessoas interessadas em extravasar a paixão pelo Futebol. Na Kigol, eles encontram também blogueiros e informações sobre os times, os campeonatos e os jogadores preferidos. Podem também acompanhar o placar ao vivo – quando avaliamos esse recurso, no entanto, o atraso nas atualizações era grande.

 

2. Virtual Tourist

 

VirtualTourist

 

Os adeptos da mochila nas costas e da mala em punho tem um encontro marcado no VirtualTourist. Nessa rede social, mais de 1 milhão de pessoas trocam dicas de viagem, esclarecem dúvidas sobre milhares de destinos, avaliam hotéis e restaurantes, publicam fotos e vídeos, fazem amizades e podem desfrutar de ofertas de hospedagem, passagens, pacotes, cruzeiros e aluguel de veículos.

 

3. Skoob

 

Skoob

 

O que você anda lendo? Essa é a pergunta feita a quem entra na página inicial do skoob, uma rede social para os amantes da leitura. O skoob (Books, ao contrário) não é a única opção no gênero. A diferença é que é uma alternativa brasileira. No skoob, os interessados montam estantes, informando sobre os livros que leram, os que estão lendo, os que planejam ler e até aquelas obras que tentaram, mas abandonaram por algum motivo.  Mais que isso, podem escrever resenhas e estabelecer amizades baseadas em seus gostos literários. Pela rede skoob, é possível adquirir livros das lojas Saraiva, Americanas.com e Submarino. O skoob pode integrar-se ao Twitter para enviar suas atividades para o microblog.

 

4. Flixster

 

Flixster

 

O Flixster é uma rede social com foco em cinema. Nela, o usuário pode compartilhar suas opiniões sobre filmes e ler análises de outros usuários. Logo ao criar o cadastro, escolhe-se um fundo de tela inspirado em gêneros do cinema. Em seguida, o usuário avalia uma lista de 50 filmes. Com essa informação, o Flixster indica amigos com gosto semelhante. O site também indica amizades com base em um ator favorito em comum, por exemplo. Depois de cadastrado, o usuário pode avaliar e comentar os filmes publicados no site. Um dos recursos mais populares do site é a criação de enquetes relativas a cinema. Qualquer usuário pode criar um desafio temático como "Filmes de terror dos anos 50" ou "Todos os papéis de Dustin Hoffman" e convidar outros internautas para responder as perguntas. O ponto negativo do site são os anúncios invasivos – alguns são daquele tipo enganoso, nos quais você corre o risco de clicar mesmo sem intenção.

 

5. +QueReceitas

 

 

Todo mundo gosta de comer bem. Mas há um número grande de pessoas que leva a alimentação mais além. São aquelas que gostam de cozinhar, elaborar receitas, trocar experiências, escolher a dedos os ingredientes e, claro, receber os elogios. Cozinheiros amadores e profissionais podem sentar juntos à mesa no +QueReceitas. Menos uma rede social e mais um portal de gastronomia, no +QueReceitas você não pode seguir nem ser seguido, mas pesquisa e publica receitas, técnicas e curiosidades. É possível também ver e publicar vídeos – os filmes são hospedados no YouTube. O portal ainda inclui um balcão de empregos para profissionais da área e um guia de fornecedores.

 

6. Empreendemia

 

Empreendemia

 

No Empreendemia não se faz amigos, mas sim negócios. O objetivo da rede social brasileira voltada para o empreendedorismo é colocar empresas em contato com clientes e fornecedores em potencial. Uma vez cadastrada, a empresa ganha uma página, por meio da qual passa a expor seus produtos e serviço. Fez negócios com outra empresa? Avalie seu desempenho. Da mesmo forma, você será avaliados por seus clientes e parceiros. Lançado no final do 2009 por um grupo de empresários de Campinas, no interior de São Paulo, o Empreendemia deve oferecer ainda este ano recursos de personalização de páginas,  loja de  aplicativos de gestão e um mural de serviços pagos (atualmente, o recurso é gratuito).

 

7. byMK

 

byMK

 

Prato cheio para quem gosta de moda, as redes de relacionamento fashion garantem horas e horas de diversão. No brasileiro byMK, por exemplo, o barato é combinar diferentes peças e acessórios e criar looks. As produções podem ser publicados, adotadas como favoritas e comentadas por outros usuários. Os itens para as produções são fornecidos por lojas parceiras do site ou podem ser localizados na web pelo próprio estilista diletante. O legal é que os looks publicados incluem a relação de itens com link para as lojas onde podem ser adquiridos. A lista de estabelecimentos no byMK é extensa, e inclui tanto lojas no Brasil quanto no exterior.

Via: Info.

De qual você gostou mais? Entraria em algumas destas? Opine e compartilhe conhecimento. Até a próxima!

4 comentários:

Tereza disse...

Gostei do +que receitas... Acho que vou dar uma olhada. Adoro trocar experiências gastronômicas.
Legal o post John SV *-* \o/

Lígia disse...

Esse byMK é uma cópia do Polyvore ou é impressão minha?

Felipe disse...

Uma única ressalva: o +QueReceitas passou por uma reformulação há pouco tempo e agora permite sim seguir, ser seguido, fazer amigos e outras coisas típicas de redes sociais.

João Manoel disse...

Obrigado Felipe! Eu nem tinha percebido...

Postar um comentário

Para comentar entre na versão completa do blog!